Grupo PSD - Assembleia Municipal de Lisboa

Extinção da EPUL revela ausência de estratégia para o universo empresarial do município.
28 de Maio de 2013
A AML aprovou, na reunião de hoje, a extinção de Empresa Pública de Urbanização de Lisboa (EPUL), proposta apresentada pelo executivo socialista liderado por António Costa. ( leia o comunicado na integra em "ler mais")

Esta extinção avulsa revela a incapacidade de António Costa, passados 6 anos de gestão, em definir e concretizar uma reforma global do Sector Empresarial do Municipio (SEM), reveladora de falta de estratégia socialista.

A causa não assumida para esta proposta de extinção foi o estrangulamento financeiro a que a CML conduziu a EPUL, bem como a indefinição estratégica para a empresa.

Este processo foi conduzido de forma precipitada sem que dúvidas sobre a regularidade do processo tivessem sido esclarecidas.

A leviandade do executivo socialista culmina na falta de coragem do Presidente da CML em enfrentar as consequências das suas decisões, iludindo os trabalhadores da EPUL com promessas de integração nos quadros da CML que se sabe não poder legalmente cumprir.

É entendimento do Grupo do PSD que o objecto da EPUL se encontra cumprido, e por isso concordámos com a extinção da empresa.

No entanto, considerando a precipitação do processo e as dúvidas que permanecem por esclarecer, o PSD continuará o escrutínio rigoroso às próximas etapas do processo.

Lisboa merece mais e o PSD está, como sempre esteve, disponível para contribuir para uma verdadeira redefinição do Sector Empresarial do Município.

A Direcção do Grupo do PSD

Leia a Declaração de Voto



< Artigo anterior: O PSD será exigente com...
Artigo seguinte: As contas de 2012 da... >

Discussão Pública da Proposta de Revisão do Plano Director Municipal. De 7 de Abril a 20 de Maio.
Participe!

Mapa do sítio  /  
Ficha técnica  /